Voltar

Uma viatura de Fórmula 1 foi impressa em 3D

Para comemorar a abertura da temporada de 2022, foi digitalizado um carro de Fórmula 1 em 3D, numa escala 1:32 com uma máquina de tomografia computadorizada de raios-X, Nikon H 225 ST 2x da Nikon Metrology.

Este tipo de digitalização demonstra o crescimento contínuo das várias áreas de aplicação da manufatura aditiva além da automotiva, como aeroespacial, médica, energia renovável, militar e odontológica. A sua adoção expandiu-se significativamente no automobilismo na última década com a inserção de componentes em plástico, fibra de carbono, resina ou metal.

A impressão 3D do carro de F1 decorreu por 12 componentes individuais: 2 pneus dianteiros, 2 pneus traseiros, 2 suspensão dianteira, 2 suspensão traseira, monobloco dianteiro, monobloco traseiro e asas dianteiras e traseiras, tal como se observa na imagem abaixo:

A possibilidade de produzir rapidamente protótipos, avaliar o desempenho e adaptar o design conforme as necessidades é um processo muito vantajoso no mundo inovador e altamente competitivo da Fórmula 1.